Comando para Ignorar Faixa de Opções
Ir para o conteúdo principal

Santa Cruz

Notícias

Informações sobre o canal farma

 

  • Hidratantes: cresce a busca pelo produto no inverno. Existem diferentes tamanhos, embalagens, marcas e segmentos de uso. ​

    ed249-_04.jpg


    A queda das temperaturas, banhos mais quentes, vento mais intenso e outros fatores típicos da sazonalidade fazem com que a pele sofra com ressecamento e, consequentemente, descamação, o que tende a fazer com que a procura por cremes e loções hidratantes cresça cerca de 30%.

    A Sociedade Brasileira de Dermatologia (SBD) explica que a hidratação correta é importante para que a pele mantenha suas funções e aparência. Uma pele desidratada, além do aspecto estético mais enrugado, pode aumentar o risco de infecções, ficar mais frágil e até dificultar o controle da temperatura do corpo.

    “Hidratantes apresentam diversas consistências, que variam de gel a loção e são apresentados em cremes, pomadas, loções ou séruns. Têm diversos componentes, como ácido hialurônico, ureia, pantenol, silicone, entre outros, que melhoram a hidratação e a proteção da pele”, esclarece a clínica geral do Hospital Santa Catarina, Dra. Thais Hissami Inoue Lima.


    Amplo leque de apresentações

    A orientação correta sobre a escolha do hidratante passa, necessariamente, pelo estudo do tipo de pele do consumidor. Se é oleosa, os produtos em forma de loções, com toque mais seco são mais indicados para o corpo e em forma de gel ou séruns oil-free, para o rosto. Já quem sofre com pele seca deve usar cremes mais espessos, que tenham manteiga ou óleos na composição, além dos balms.

    Para que a farmácia aproveite a sazonalidade, é necessário que o estabelecimento esteja preparado para receber seus clientes com o mix correto e organizado. De acordo com a Divisão Cosmética Ativa da L’Oréal, algumas das ações que podem ser feitas são trabalhar as pontas de gôndolas, ações promocionais, explorar pontos extras e garantir a experimentação das texturas por meio de testadores e amostras que facilitem o consumidor a encontrar o melhor produto para o seu tipo de pele.

    Revisar o planograma da loja também faz toda a diferença. Como a procura pela categoria aumenta no inverno, deixar esses produtos em uma gôndola bem localizada e na altura dos olhos contribui muito para o crescimento das vendas.

    Além disso, é necessário treinar a equipe para atender o público que está cada vez mais bem informado. Ou seja, o mais importante é que a farmácia mostre para os clientes que tem uma variedade de produtos, preços e benefícios que atendem às suas necessidades.


    Tipos de apresentações e recomendação de uso

    Creme Produto ideal para a pele extra seca. 
    ​Sérum  ​Ideal para o rosto e para peles oleosas. 
    Gel ​Recomendado para peles oleosas ou mistas. 
    ​Gel-creme ​Indicado para peles normais a mistas. 
    ​Spray ​Perfeito para quem gosta de praticidade.
    ​Fonte: Sociedade Brasileira de Dermatologia (SBD​)​​ ​
     


    Exposição dos hidratantes em farmácias e drogarias


    ​É importante ter opções para todos os tipos de público, com alguns itens de entrada. O maior volume deve estar focado nos principais itens em venda e, por fim, algumas opções mais premium, dependendo do perfil do consumidor. Pode-se focar apenas nas principais marcas do mercado e ficar atento aos lançamentos. Entre os itens de performance e faciais, pode-se ter um pouco mais de marcas/produtos, mas sempre buscando itens com boa procedência e performance.​
    Também é importante separar os itens por subcategoria, destacando nas prateleiras de cima os itens de maior rentabilidade (performance, faciais e partes específicas do corpo). Nas prateleiras de baixo, devem estar os itens de maior venda, como os hidratantes corporais, sendo importante em cada segmento organizar os blocos de marca com suas diferentes fragrâncias, tamanhos e tipos de embalagem.
    Fonte: sócia diretora da Mind Shopper, Alessandra Lima​
     


    Sérum X hidratantes 

    Os séruns são produtos com fórmulas mais líquidas, fluidas e livres de óleo, desenvolvidos para facilitar a penetração dos seus ativos e hidratar de forma eficaz e suave a pele. Com textura mais leve, é indicado para o rosto e peles com tendência à oleosidade. A principal diferença entre o sérum e o creme hidratante é que o sérum possui absorção mais rápida e textura mais leve, enquanto o creme hidratante possui textura mais densa e mais hidratante. O sérum, por ser mais leve, penetra na pele mais rápido e mais profundamente. Já o creme hidratante demora um pouco mais para ser absorvido. Vale lembrar que os dois são ótimos, o que deve ser avaliado é o tipo de pele. Por exemplo, uma pele mais oleosa também precisa de hidratação correta e por isso, para esse tipo de pele é mais interessante o uso de séruns durante o dia ou apenas à noite. Pensando na pele seca, o creme se adapta super bem. Ele irá promover maior hidratação e conforto.​
    Fonte: Sociedade Brasileira de Dermatologia (SBD)​​
     


​​​​​​​​​​​​​​​​​​​​​​​​​​​​​​​​​​​​​
Página Inicial © Copyright 2008 - 2020 SantaCruz | Produzido por Addtech