Comando para Ignorar Faixa de Opções
Ir para o conteúdo principal

Santa Cruz

Notícias

Informações sobre o canal farma

 

  • MIPS de inverno

    ​A técnica de gerenciamento por categorias não só ajuda a organizar os medicamentos na loja, como traz outras vantagens para o seu negócio

    Com início em 20 de junho, o inverno atrai os consumidores para as farmácias em busca dos itens típicos da estação. Os medicamentos isentos de prescrição acabam sendo um dos segmentos mais procurados e, diante de tanta variedade, finalidades e marcas, é imprescindível organizá-los na loja de maneira eficiente com o intuito de facilitar as aquisições e, consequentemente, ampliar as vendas.

    A estratégia de gerenciamento por categorias (GC) pode te ajudar tanto na questão da exposição dos OTC quanto para aperfeiçoar vários indicadores do seu negócio. Segundo Fatima Merlin, diretora da Connect Shopper e consultora de varejo e shopper marketing, o GC é uma das técnicas mais importantes para oferecer uma excelente experiência de compra, além de maximizar os resultados seja no mix (evitando a ruptura e o excesso de estoque), no serviço prestado ao cliente e até mesmo na precificação.

    “Essa ferramenta traz diversas vantagens para o canal farma como aumento do ticket médio, melhoria da rentabilidade e redução de custo, por exemplo, pois garante o produto certo, exposto de forma adequada e precificado corretamente”, ressalta. 

    Como o GC impacta na exposição
dos MIPs?

    Fatima explica que qualquer processo deve partir do conhecimento do shopper, sobretudo relacionado aos seus hábitos e comportamentos, isto é, como ele entende e compra determinada categoria, a chamada árvore de decisão. 

    E, ao pensar nos MIPs da temporada, a diretora mostra que a exposição mais certeira é definida pela necessidade do público, ou seja, segmentando as medicações pela “dor” que está sentindo. 

    Revista SantaCruz ed 237-Mat1-Sugestao de Exposicao.png

    “Depois de se basear na ótica do cliente, é necessário levar em consideração a estratégia de cada negócio: gerar rentabilidade, aumentar o fluxo, visto que fatores como esses influenciam na disposição dos medicamentos (do mais caro para o mais barato, da embalagem maior para a menor entre outros)”, lembra. 

    Fatima também informa a importância de trabalhar os pontos extras, porém de um modo que agregue valor, entregando soluções para os consumidores. Produtos que já são comprados, independente do momento, não precisam estar duplamente expostos, o objetivo é apostar em itens complementares

    “O varejista deve estudar seus indicadores para compreender o que rentabiliza mais, o que pode ser trabalhado para ampliar o ticket médio, para assim desenhar uma estratégia adequada de pontos extras. Por exemplo: nessa época temos muitos problemas respiratórios, então, vale destacar os aparelhos que atuam nessas questões”, afirma.

    Outra tática fundamental para impulsionar as vendas é o cross merchandising. De acordo com a consultora de varejo e shopper marketing, é válido unir mercadorias das curvas B ou C com aquelas da curva A para obter bons resultados.

    Revista SantaCruz ed 237-Mat1-Exemplos.png

    Para expor os MIPs da melhor maneira na sua farmácia, é preciso ter um estoque certeiro com as principais marcas do mercado. Entre agora mesmo no site da SantaCruz e baixe o Catálogo de Inverno. Nele, você encontra as melhores oportunidades para vender muito durante a estação.


​​​​​​​​​​​​​​​​​​​​​​​​​​​​​​​​​​​​​
Página Inicial © Copyright 2008 - 2017 SantaCruz | Produzido por Addtech