Comando para Ignorar Faixa de Opções
Ir para o conteúdo principal

Santa Cruz

Notícias

Informações sobre o canal farma

 

  • Temporada outono-inverno. Prepare seu PDV para as mudanças de estação

    De acordo com Dr. Marcello Bossois, médico e coordenador técnico do Brasil Sem Alergia, as doenças respiratórias são comuns no outono porque, assim como na primavera, existe a polinização de determinadas flores. Além disso, Dr. Marcelo também explica que na estação começa a ter a diminuição do índice pluviométrico e da umidade do ar deixando-o mais seco e piorando os quadros de alergia já que o tempo seco é um irritante respiratório. “No outono, as doenças respiratórias mais comuns são a rinite sazonal que pode evoluir para outros problemas como sinusite, faringite, bronquite e asma, por isso o tratamento precoce da rinite é essencial. Claro que essas demais patologias podem surgir de outros fatores, além da rinite, mas é comum caminharem juntas”, adiciona o médico. 

    Entre os princípios ativos mais comuns para o tratamento desses problemas que não podem faltar nas farmácias, o médico destaca o corticóide nasal, oral e inalatório, anti-histamínicos, broncodilatadores de curta e longa duração, além dos umidificadores e nebulizadores, e sprays e soro fisiológico para lavar as narinas, porém todos sempre com prescrição médica. Vale também investir em espaçadores já que algumas crianças não conseguem aspirar o conteúdo de medicamentos em spray. 

    Com relação às gripes e resfriados, Dr. Marcelo afirma que ambos são mais comuns no início do inverno, mas podem aparecer no outono. Por isso, é fundamental começar a preparar o ponto de venda com os medicamentos mais utilizados no inverno para não perder vendas.  

    Segundo a IMS Health, o mercado de medicamentos OTC para alergias, infecções respiratórias, gripes e resfriados cresceu 5,6% entre novembro de 2015 a novembro de 2016 e a categoria RX, para as mesmas doenças, teve um crescimento de 10,2% no mesmo período. 

    A importância da farmácia

    Segundo a Dra. Amouni Mourad, assessora técnica do Conselho Regional de Farmácia do Estado de São Paulo (CRF-SP), a importância do PDV nessas datas é fundamental por tratar-se de um segmento diferenciado, ou seja, é um estabelecimento de saúde, de prestação de assistência farmacêutica e de promoção do uso racional de medicamentos. “O farmacêutico pode prestar orientação e atendimento qualificado para os cidadãos sobre essas e outras questões relacionadas a saúde e/ou medicações. Quando o consumidor perceber que existe essa preocupação, as vendas serão consequência da segurança e da confiança conquistada”, adiciona.


    Revista SantaCruz



    Not_cat_Inverno.png 
     
     

​​​​​​​​​​​​​​​​​​​​​​​​​​​​​​​​​​​​​
Página Inicial © Copyright 2008 - 2017 SantaCruz | Produzido por Addtech